Fale Conosco agora (41) 99267-5248

A importância do conforto acústico em escritórios corporativos

por / quinta-feira, 26 janeiro 2017 / Publicado em Isolamento acústico, Tratamentos acústicos

Trabalho em escritório envolve controle de sons e pode demandar por um projeto de tratamento acústico para melhorar a produtividade

Uma característica comum da realidade do trabalho brasileiro é que muitas pessoas passam grande parte de seus dias em edifícios comerciais e corporativos. Escritórios são ambientes de trabalho para os mais diferentes profissionais que precisam de conforto acústico para bom desempenho de funções intelectuais como análise de dados, elaboração de estratégias da empresa, redação e solução de problemas de raciocínio.

Tais ambientes, por concentrarem muitos profissionais, clientes e atividades diversas produzem também muito barulho, resultado de conversas, chamadas telefônicas, funcionamento ruidoso de ar condicionado, máquinas e outros equipamentos.

Ambientes barulhentos podem prejudicar a qualidade do trabalho das pessoas, afetar sua concentração e causar irritações, fatores estes que podem implicar em erros e baixa na produtividade.

Por que pensar no conforto acústico do escritório corporativo?

Para além da produtividade, contudo, o que mais importa num bom projeto acústico dentro dos escritórios é que ele ajuda a preservar a saúde dos trabalhadores. A Organização Mundial da Saúde afirma que o barulho, para não causar problemas de saúde, não pode ultrapassar 50 decibéis

Ambientes de trabalho ruidosos podem agravar problemas auditivos e ainda causar estresse, irritabilidade e hipertensão. Dores de cabeça, perda de memória, cansaço e agressividade também estão associados à poluição sonora.

Soluções acústicas para escritórios corporativos

Além do barulho interno, as empresas precisam também lidar com o ruído proveniente do tráfego nas ruas e da movimentação na vizinhança.

Um projeto de isolamento e tratamento acústico deve envolver primeiramente uma análise detalhada do local e entorno em que a empresa está instalada, bem como um estudo aprofundado de sua infraestutura (sanitários, escadas, elevadores, dutos de ar condicionado, rede elétrica e de telefonia). Identificando as fontes de ruído fica mais simples encontrar os meios de saná-las.

Soluções acústica estão também ligadas à questão da densidade dos materiais que compõem as paredes ou que podem vir a revesti-las. O que se sabe é que sons graves são bloqueados por matéria de alta densidade, enquanto que os agudos podem ser tratados com materiais menos densos.  Concreto, madeira, folhas de aço, lã de rocha ou lã de vidro são comuns no trato desses problemas.

Por serem de fácil manuseio e instalação, os painéis acústicos (que podem ser feitos de diversos materiais) são uma ótima maneira de reduzir ruído em locais com grande concentração de pessoas. Seja nas paredes, no teto ou mesmo suspensos, os forros acústicos absorvem o som e podem acrescenta na decoração. O uso de espuma acústica no forro é também uma forma eficiente de diminuir a reverberação de som entre os andares do prédio.

Um projeto acústico para escritórios ou locais onde ocorrem reuniões e precisam de um controle mais eficiente também pode incluir portas e janelas acústicas com vedação, divisórias feitas de material isolante como o gesso acústico (ou drywall) ou paredes de concreto forradas com lã de vidro.

Deixe uma resposta

TOP