A importância do conforto acústico em um hotel

por / quinta-feira, 09 fevereiro 2017 / Publicado em Isolamento acústico, Projeto isolação acústica

Um tratamento acústico adequado em um hotel proporciona a tranquilidade que tanto os hóspedes valorizam.

O conforto é um dos aspectos que os hóspedes mais consideram dentro de um hotel. Se o estabelecimento falha nesse quesito, os clientes podem acabar se aborrecendo, irem embora e nunca mais voltarem.

Mas quando falamos de conforto não estamos nos referindo somente às camas, ao banheiro ou ao serviço de quarto. Tudo isso é, sim, relevante ao hotel, mas muitos estabelecimentos acabam se esquecendo de proporcionar uma boa qualidade acústica em seus cômodos, corredores, restaurante, recepção e áreas de lazer. O resultado disso é clientes insatisfeitos que saem com uma imagem do estabelecimento.

Por que o conforto acústico é importante

Barulhos, sejam eles externos (da rua ou da vizinhança) ou internos (ar-condicionado, estacionamento, atividades de funcionários dentro do estabelecimento), podem prejudicar o sono dos hóspedes e até mesmo sua privacidade. Afinal, se o projeto acústico do hotel é deficiente, é comum que o barulho e as conversas ocorridas num quarto se propaguem a outros, uma vez que as paredes não bloqueiam ou absorvem as ondas sonoras adequadamente.

Seja uma viagem de lazer, férias ou mesmo a trabalho, o barulho excessivo traz inconvenientes aos clientes. Enfim, o silêncio é essencial: não importa o perfil do hóspede, ele normalmente não quer ser incomodado com ruídos.

Além dos hóspedes, o ruído interno atrapalha também o trabalho dos funcionários nas áreas de produção como cozinha, lavanderia e outros, o que pode comprometer a qualidade dos serviços.

Quais as soluções de tratamento acústico para hotéis

Como resolver esse tipo de problema? As soluções acústicas voltadas para o serviço hoteleiro começam desde a etapa do projeto do estabelecimento e envolvem técnicas recomendadas tanto paro o setor residencial quanto comercial. Sim, pois um hotel se define justamente por mesclar o conforto de um condomínio com ágil prestação de serviço.

Portanto, recomenda-se primeiramente que a disposição dos quartos seja feita de modo que eles não fiquem muito próximos de outros setores mais ruidoso do hotel, como o restaurante, o bar, a piscina e outros ambientes. É preciso que haja uma separação espacial considerável entre o local de repouso e o local de convivência para que as ondas sonoras se dissipem no ar.

Outro fator a se considerar são as máquinas e equipamentos que quase todos os hotéis possuem, mas que também são fontes de ruído. Exemplos comuns são o ar condicionado e os elevadores. Escolher modelos mais silenciosos ou aplicar soluções de isolamento acústico especificamente nessas tecnologias costumam ser as saídas usuais para esse problema. O enclausuramento de máquinas como ar condicionado e gerador é uma delas.

Isolamento acústico nas paredes do hotel é estratégico

As paredes nos hotéis não servem somente para separar quartos, mas para conferir privacidade e maior conforto a hóspedes que, embora estejam lado a lado, não se conhecem e não querem ser importunados com o barulho do vizinho.

Outro espaço comum em hoteis maiores hoje em dia que merece atenção redobrada é o destinado a reuniões corporativas ou sociais, seminários, eventos e conferências. Para evitar problemas de acústica nesses ambientes é importante que o projeto leve em conta todos fatores que podem causar eco ou reverberação acústica, além é claro de impedir tanto que o som interno se alastre para outras dependências do hotel e que o barulho externo atrapalhe o evento.

Para isso, é preciso que as paredes sejam construídas ou adaptadas de forma que se tornem barreiras contra o som. Paredes duplas forradas com material adequado para isolamento acústico como a lã de vidro ou a espuma acústica ou mesmo revestimentos de drywall são soluções fundamentais nesse sentido.

Deixe uma resposta

TOP