O isolamento acústico e o mercado do sono

por / quarta-feira, 02 dezembro 2015 / Publicado em Variedades

Dormir um pouco depois do almoço, o famoso “cochilo”, além de saudável, passou a ser um serviço explorado por empresas especializadas que estão apostando na experiência do relaxamento para atrair clientes

Em meio à correria do dia a dia nas grandes cidades, novos nichos de mercado são explorados para oferecer um pouco de conforto e bem-estar, e funcionam como verdadeiros refúgios do trânsito, estresse e agitação.

Esse é o caso de ee3a853_b988fa5f0c9d462fb9cfb94fdbdece20mpresas que oferecem como serviço o sono nos grandes centros urbanos, como São Paulo. Isso mesmo, o cochilo, famoso em alguns países, como no México, mas que no Brasil não faz parte da cultura da sociedade. Esses espaços contam com estrutura para rápidos períodos de sono depois do almoço, no final da tarde ou entre um compromisso e outro.

A estrutura oferecida para os cochilos

Os ambientes são preparados com espaços reservados individuais, que usam a luz negra com regulador de intensidade, que cientificamente induz o estágio de sono, e controle de temperatura. Os espaços não são grandes, pois não têm a intenção de fu
ncionar como um hotel, portanto contam apenas com uma cama confortável e fones de ouvido, que podem alternar entre música clássica e sons da natureza, que também ajudam no relaxamento.

O isolamento acústico das cápsulas de sono

Essas empresas não vendem apenas um tipo de serviço diferenciado, mas oferecem, acima de tudo, uma experiência relaxante, completamente oposta à realidade do lado de fora das cápsulas.  Por isso, precisam se preocupar com os detalhes que garantem esse conforto, mesmo que por poucos minutos, e que são de extremo valor para os clientes. O isolamente3a853_d842826ba42943f5a6391716268cac13o e tratamento acústico são essenciais nessas empresas, já que eles impedem que os barulhos externos façam parte desse refúgio do sono, além de assegurarem que um cliente que ronque ou ressone não vá atrapalhar outro.

A Ideia é oferecer pacotes de até 30 minutos para que os cochilos sejam relaxantes e não caiam na fase de sono profundo. E quem tem medo de perder a hora, se surpreende, pois todo o ambiente se prepara para o despertar, com a mudança da música nos fones, da iluminação e até vibrações na cama, alertando que o período está terminando.

Deixe uma resposta

TOP