Importância do mapeamento sonoro em projetos acústicos No ratings yet.

por / terça-feira, 19 agosto 2014 / Publicado em Isolamento acústico, Projeto isolação acústica
mapa sonoro

Um dos passos mais importantes na elaboração de projetos acústicos é realizar um mapeamento sonoro da região da construção.

A expansão dos grandes centros urbanos no Brasil trouxe junto o crescimento populacional e, consequentemente, a ampliação de projetos habitacionais e da frota de veículos. O resultado é o aumento dos ruídos gerados em ruas e avenidas. Preocupadas com o atendimento das exigências de conforto acústico da Norma de Desempenho para edifícios habitacionais (NBR 15.575) as construtoras vem atentando para esse fato.

O bom desempenho acústico de uma construção começa bem antes.

mapa-acustico-das-cicades

Para evitar problemas decorrentes do aumento do barulho, as grandes cidades devem ser pensadas de modo a garantir melhor desempenho acústico nas construções e saúde para as pessoas. Entretanto, este não é o caso na maioria das vezes. Na escala das cidades, ainda não há no Brasil mapeamento executado de maneira sistemática.

Com a divisão das cidades por zonas, ficaram definidos limites máximos de ruído permitidos durante o dia e a noite. Antes de iniciar o projeto, as construtoras devem utilizar diferentes formas de avaliação sonoro das regiões de interesse para tomar decisões de que garantam o desempenho acústico da edificação.

Os projetos acústicos devem surgir a partir de um bom conhecimento prévio da região. Isso pode ser feito por meio de medições acústicas  ou com a elaboração de mapas sonoros, método mais completo e complexo.

O mapa acústico é uma ferramenta fundamental para estudo, diagnóstico e gestão do ambiente sonoro.

O mapeamento sonoro permite levantar dados e realizar simulações que servem de apoio para o desenvolvimento dos projetos com objetivo de buscar soluções, materiais e sistemas construtivos que proporcionem melhor desempenho acústico.

Os mapas sonoros são feitos com a ajuda de cartografia e simulações de computador, além de softwares que simulam o impacto das diversas fontes de ruído no novo empreendimento. Eles podem ser realizados em diferentes escalas, desde pequenos quarteirões até cidades inteiras.

mapa sonoro

 

Os mapas sonoros são feitos a partir da análise das principais fontes emissoras de ruído e determinação do número e a distribuição dos pontos de medição na região onde o edifício será construído, assim como horários e duração da coleta de dados. Os dados sobre os níveis de pressão sonora são coletados durante o dia e a noite e de acordo com procedimentos padronizados respeitando distâncias mínimas em relação ao solo e muros próximos. Em seguida, os dados são  transferidos para o computador e, então, consolidados em um mapa acústico. Um software de simulação combina as informações do mapa acústico e do projeto de edificação, determinando os impactos que as fontes de ruídos poderão ter.

Com base nas informações recolhidas e analisadas no mapeamento sonoro, os projetos acústicos podem ser adaptados ou modificados, deixando a construção mais eficiente e protegida acusticamente.

As medições e a elaboração do mapa sonoro devem ser feitos de acordo com procedimentos padronizados, por isso a importância da presença de técnicos ou especialistas em tratamento acústico.

Please rate this

Deixe uma resposta

TOP