Conheça os mais eficientes materiais de revestimento acústico

por / sexta-feira, 07 Abril 2017 / Publicado em Espuma acústica, Lã de rocha, Lã de vidro, Revestimento acústico
revestimento acustico drywall

Saiba quais são os principais materiais de revestimento acústico usados para reduzir a transmissão de ruídos nos ambientes.

A poluição sonora pode causar sérios danos à saúde das pessoas. Segundo relatório da Organização Mundial da Saúde, uma em cada cinco pessoas experimentam perturbações com ruídos durante o dia, e uma em cada cinco tem o sono perturbado por causa de barulho de estradas, ruas, trens e aeroportos. Isto aumenta o risco de doenças cardiovasculares e pressão alta, capacidade de atenção e Tinnitus, uma doença que se caracteriza por um constante ruído semelhante a um toque de campainha, buzina ou assobio no ouvido, durante vinte e quarto horas por dia sem parar. O som característico do Tinnitus é extremamente incomodativo, nasce dentro da via auditiva sem a presença de um estímulo externo e afeta 28 milhões de brasileiros e 15% da população mundial.

Revestimento acústico minimiza a reverberação do barulho

Poluição sonora tem solução. O revestimento acústico é uma técnica utilizada para absorver sons e fazer com que a acústica do ambiente interno seja menos reverberante, proporcionando conforto acústico. Ele é feito com materiais absorsivos e difusores que absorvem os sons emitidos, evitando assim a sua reverberação.

Os materiais mais comuns usados para revestimento acústico são a lã mineral, a lã de rocha, a lã de vidro, drywall e a espuma acústica. A combinação de diferentes materiais isolantes com materiais absorvedores em um sistema acústico multicamadas proporciona melhores resultados que sistemas que utilizam um único material.

revestimento acustico drywall

Materiais absorvedores, como espuma acústica ou lã mineral, são leves e diminuem a reverberação. Já os isolantes, como concreto e gesso, são mais densos e ajudam a impedir a passagem do som.

Ao construir uma parede ou teto, a melhor forma de utilizar diferentes camadas de materiais isolantes e absorvedores é criando uma câmara entre duas camadas de tijolos e, nela, encaixar placas desses materiais. Quanto mais “fatias”, melhor. Utilizar 12 cm de gesso acartonado mais 4 mm de lã mineral, por exemplo, é capaz de reduzir a passagem de som em 40 decibéis.

Em paredes já existentes, a melhor forma de utilizar materiais isolantes e absorvedores em conjunto, é criando uma mais camadas adicionais sobre a parede ou teto, com chapas de gesso ou drywall e nelas incluir “recheios” de lã mineral de vidro ou rocha. Usado principalmente para separar ambientes, o drywall oferece diversas vantagens em relação à alvenaria, como produtividade elevada, revestimento de pequena espessura, menor peso, desmontabilidade, precisão dimensional, etc.

Mas como escolher o material acústico para absorver melhor os ruídos do ambiente?

Conheça, a seguir, os principais materiais usados para absorção acústica e saiba qual o uso mais adequado para cada um deles.

Lã de vidro

A lã de vidro se caracteriza pela baixa condutibilidade térmica e o alto índice de absorção acústica. Pode ser utilizada em projetos residenciais e comerciais, indústrias, aplicada em sistemas de forros, no interior de paredes drywall e contrapisos acústicos. A lã de vidro oferece diversos benefícios. Trata-se de um material leve, fácil de manusear e de cortar. Sua capacidade isolante não diminui com o passar do tempo. Também é incombustível, evitando a propagação das chamas e o risco de incêndio. Além disso, suas propriedades térmicas reduzem o consumo de energia do sistema de ar condicionado.

Lã de rocha

Encontrada, normalmente, em forma de placa ou manta, a lã de rocha é feita de fibras minerais de rocha vulcânica. O material é excelente para isolamento térmico e acústico, com custo/benefício favorável. Também é incombustível, não causa danos à saúde e é duradouro. Em geral mais densa do que a lã de vidro, a lã de rocha também é utilizada no miolo de divisórias e alvenarias, sobre forros e em coberturas. Além disso, garante conforto ambiental, segurança e aumento no rendimento de equipamentos industriais, além de proporcionar economia de energia com aumento de produtividade.

Lã mineral

O revestimento acústico feito com lã mineral é utilizado para isolamento do barulho excessivo em áreas com risco de incêndio por ser totalmente incombustível, como por exemplo sala de grupos geradores, sala de compressores e casas de máquinas em geral.

Espuma acústica

A espuma acústica é um absorvedor sonoro usado para proporcionar conforto acústico em ambientes fechados, adequar a reverberação do som e minimizar o barulho indesejável. Feita a base de poliuretano poliéster flexível auto extinguível (anti-chama), é utilizada em locais que necessitam absorção sonora para controle de reverberação. É um material flexível que apresenta uma excelente absorção sonora e evita a reverberação do som. Pode ser aplicada nas paredes e no teto dos ambientes e é usada em salas de home theater, estúdios de locução e gravação musical, call centers, igrejas e restaurantes.

espuma acustica

A escolha e a maneira da disposição do material para um melhor tratamento acústico nos ambientes, podem variar se o objetivo é corrigir, reduzir ou eliminar o ruído. Antes de selecionar o material a ser utilizado, verifique se ele foi aprovado em testes feitor pelos órgãos regulamentadores e se o material é resistente ao fogo.

Quer saber mais sobre como fazer um tratamento acústico em sua residência? Leia este artigo e saiba tudo o que você precisa fazer para garantir maior silêncio em sua casa.

Deixe uma resposta

TOP